Bilhete Único Gestante: Como funciona e quem tem direito

Bilhete Único Gestante: Como funciona e quem tem direito

Apesar do bilhete único gestante ser criado para atender mulheres no período de gestação, esse não é o único requisito para receber o benefício. Dessa forma, se você quer entender melhor como funciona o Bilhete Único Gestante e quem realmente tem direito a ele, vamos ensinar.

Como funciona o bilhete único da gestante?

Após o cadastro, o bilhete é enviado ao endereço da gestante dentro de um prazo de 20 dias. O seu funcionamento é bem simples, porém é preciso que o bilhete esteja carregado.

Nos ônibus e micro-ônibus gerenciados pela SPTrans: a gestante deve pegar o seu bilhete e aproximá-lo do leitor de validação e aguardar o sinal sonoro e verde. Feito isso, deve-se retirar o bilhete e girar a catraca.

Nas catracas das estações do Metrô e da CPTM: o bilhete deve ser colocado no validador do Metrô até que a luz verde apareça. Após esse sinal de ok, basta girar a catraca e se dirigir até o metrô.

Quem tem direito ao Bilhete Único Gestante e Mãe Paulistana?

Para poder solicitar o Bilhete Único Gestante e Mãe Paulistana é preciso que a gestante esteja cadastrada nas Unidades Básicas de Saúde e sendo beneficiada pelo Programa de Proteção da Saúde da Gestante e do Recém-Nascido.

Vale ressaltar que o cadastro não garante a isenção das tarifas, pois os créditos do Bilhete Único Gestante e Mãe Paulistana são definidos pela Secretaria Municipal de Saúde, por meio das Unidades Básicas de Saúde.

Resumo

Para finalizar, lembramos que é essencial solicitar o Bilhete Único Gestante junto a prefeitura em um dos postos de atendimento. Dessa forma, você garante a autenticidade do seu direito e se previne contra futuros eventuais problemas.

Deixe um comentário